Você sabe o que é clipping de notícias? Esse serviço é parte indispensável de um bom plano de assessoria de imprensa e pode ser ainda mais eficaz se for associado a outras estratégias de comunicação, como o press release. Nesse artigo, aprofundaremos a discussão sobre o clipping e de que forma essa estratégia pode ser interessante para a sua marca. 

O clipping, ou clipagem de notícias, é uma ferramenta que possibilita analisar a presença do seu negócio na mídia, por meio do acompanhamento contínuo de todo o conteúdo publicado sobre a sua empresa e o mercado onde ela está inserida

O clipping é uma ferramente que possibilita analisar sua presença na mídia

O clipping é uma ferramente que possibilita analisar sua presença na mídia

Esse monitoramento alcança tanto os meios de comunicação online (blogs, portais de notícias, revistas digitais e mídias sociais, por exemplo), quanto o conteúdo offline (jornais impressos, televisão e rádio). 

Por meio do clipping, é possível gerar análises que ajudarão a entender mais sobre a imagem do seu negócio. Como saber se as ações de marketing estão tendo a resposta esperada? Quais as tendências que o mercado está tomando? A repercussão da minha marca está sendo positiva ou negativa? O clipping vai te dizer tudo isso e muito mais. 

Vamos começar entendendo o que é de fato essa ferramenta tão importante para a comunicação.

O que é o clipping?

O termo clipping tem origem inglesa e significa recorte, isso porque no passado as notícias eram literalmente recortadas dos jornais impressos e revistas, para então serem catalogadas. 

Com o passar dos anos, o clipping foi se modernizando e, atualmente, esse trabalho é feito digitalmente, com auxílio de softwares que auxiliam nas buscas e envio. 

A modernização do clipping permite um monitoramento mais amplo e eficiente

A modernização do clipping permite um monitoramento mais amplo e eficiente

Essa reconfiguração do clipping possibilitou um monitoramento muito mais amplo e eficiente, pois permite acompanhar um altíssimo número de veículos de comunicação. Além de coletar em tempo real as publicações do material elaborado pela assessoria de imprensa sobre o cliente, assegurando que nenhuma inserção fique de fora. 

Como o clipping é produzido?

Agora você deve estar pensando: “Ah! é moleza, basta acompanhar vários jornais e blogs diariamente e coletar as notícias que falam sobre mim” Opa, não é bem assim…  O monitoramento de mídia online e offline é apenas a primeira parte do clipping. 

Tipos de clipagem: avaliação de impacto

Após a coleta da inserção, esse material passa por uma etapa de qualificação: será feita uma avaliação sobre o impacto daquela notícia sobre a sua marca, que pode ser classificada de três formas: positivo, negativo e neutro. 

Ficou confuso? Calma! Vamos exemplificar. Digamos que um jornal de grande circulação publicou uma matéria citando a sua marca ou o seu nome enquanto gestor. Essa publicação se refere à empresa de forma positiva ou negativa? Ou ainda, impacta de forma substancial? E o que nos diz cada uma dessas qualificações? 

Veja bem, as matérias positivas são aquelas que beneficiam a imagem da marca no mercado e podem ser resultado de eventos e ações beneficentes, menções e elogios, por exemplo.

Já as neutras, tratam-se de citações que não geram impacto positivo ou negativo no seu negócio. Por exemplo, apenas citam a empresa como um ponto de referência. 

Enquanto as negativas trazem um conteúdo que desfavorece a marca. Crises internas, acidentes, denúncias e boatos podem provocar repercussões negativas e causar danos severos à reputação da empresa. Ainda que desagradáveis, esse tipo de inserção jamais deve ser ignorado. 

Como o clipping pode te ajudar durante uma crise de imagem

Durante uma crise, estar bem informado e responder à situação de forma rápida e eficiente faz toda a diferença. Nessas situações, o clipping pode ser o seu melhor parceiro!

O clipping vai auxiliar na agilidade necessária para lidar com crise de imagem

O clipping vai auxiliar na agilidade necessária para lidar com crise de imagem

Normalmente, os clippings são enviados logo no início da manhã, dessa forma, em caso de repercussões negativas, você terá tempo hábil para planejar uma estratégia de posicionamento junto à assessoria de imprensa. 

Você pode se informar mais sobre crise de imagem acessando o nosso artigo: Como prevenir uma crise de imagem?

Clipagem de mercado

Além das classificações que dizem respeito à presença do seu negócio perante à opinião pública, o clipping também pode compilar as notícias relacionadas ao nicho onde a sua marca está inserida

A essa classificação de notícias, damos ao nome de mercado, e fará parte do seu relatório periódico, junto ao clipping. 

A análise de mercado é muito importante, pois permite que você fique informado sobre como a sua concorrência está atuando, quais as tendências e projeções para o seu ramo, que tipo de situação poderia impactar no negócio, entre outras informações que auxiliarão na gestão da comunicação da sua empresa. 

E também serve para repensar o posicionamento da marca.

Todas essas informações são enviadas ao cliente diariamente. Ao final de cada mês, também é importante que seja gerado um relatório, detalhando todos os indicadores dessa presença na mídia. Incluindo a valoração dos espaços conquistados por meio das ações divulgadas ao longo do período.

O clipping também é uma importante ferramenta para monitorar as inserções da marca em estratégias desenvolvidas junto aos influenciadores digitais. 

Para quem o clipping é indicado?

Esse serviço é pertinente a todos que desejam monitorar com mais precisão a sua reputação na mídia: políticos, órgãos públicos, influenciadores digitais, celebridades, profissionais liberais, empresas e empresários de pequeno, médio e grande porte são bons exemplos. 

O clipping é indicado para todos que desejam monitorar sua reputação na mídia

O clipping é indicado para todos que desejam monitorar sua reputação na mídia

O clipping é uma das diversas estratégias possíveis dentro de um planejamento de comunicação. Para colher bons frutos desse serviço, é importante contar com a colaboração de uma assessoria de imprensa especializada, capaz de compreender as demandas da sua marca e traçar metas para fortalecê-la. 

E aí, já está pronto para receber o seu clipping? Inscreva-se na nossa newsletter para acompanhar de perto todas as nossas postagens. Fique por dentro sobre como o trabalho de uma assessoria de comunicação pode incrementar a presença da sua marca perante a opinião pública. 

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Assine a newsletter da Letra A e receba nossos conteúdos em primeira mão!

* indicates required

Intuit Mailchimp

Você sabe o que é clipping de notícias? Esse serviço é parte indispensável de um bom plano de assessoria de imprensa e pode ser ainda mais eficaz se for associado a outras estratégias de comunicação, como o press release. Nesse artigo, aprofundaremos a discussão sobre o clipping e de que forma essa estratégia pode ser interessante para a sua marca. 

O clipping, ou clipagem de notícias, é uma ferramenta que possibilita analisar a presença do seu negócio na mídia, por meio do acompanhamento contínuo de todo o conteúdo publicado sobre a sua empresa e o mercado onde ela está inserida

O clipping é uma ferramente que possibilita analisar sua presença na mídia

O clipping é uma ferramente que possibilita analisar sua presença na mídia

Esse monitoramento alcança tanto os meios de comunicação online (blogs, portais de notícias, revistas digitais e mídias sociais, por exemplo), quanto o conteúdo offline (jornais impressos, televisão e rádio). 

Por meio do clipping, é possível gerar análises que ajudarão a entender mais sobre a imagem do seu negócio. Como saber se as ações de marketing estão tendo a resposta esperada? Quais as tendências que o mercado está tomando? A repercussão da minha marca está sendo positiva ou negativa? O clipping vai te dizer tudo isso e muito mais. 

Vamos começar entendendo o que é de fato essa ferramenta tão importante para a comunicação.

O que é o clipping?

O termo clipping tem origem inglesa e significa recorte, isso porque no passado as notícias eram literalmente recortadas dos jornais impressos e revistas, para então serem catalogadas. 

Com o passar dos anos, o clipping foi se modernizando e, atualmente, esse trabalho é feito digitalmente, com auxílio de softwares que auxiliam nas buscas e envio. 

A modernização do clipping permite um monitoramento mais amplo e eficiente

A modernização do clipping permite um monitoramento mais amplo e eficiente

Essa reconfiguração do clipping possibilitou um monitoramento muito mais amplo e eficiente, pois permite acompanhar um altíssimo número de veículos de comunicação. Além de coletar em tempo real as publicações do material elaborado pela assessoria de imprensa sobre o cliente, assegurando que nenhuma inserção fique de fora. 

Como o clipping é produzido?

Agora você deve estar pensando: “Ah! é moleza, basta acompanhar vários jornais e blogs diariamente e coletar as notícias que falam sobre mim” Opa, não é bem assim…  O monitoramento de mídia online e offline é apenas a primeira parte do clipping. 

Tipos de clipagem: avaliação de impacto

Após a coleta da inserção, esse material passa por uma etapa de qualificação: será feita uma avaliação sobre o impacto daquela notícia sobre a sua marca, que pode ser classificada de três formas: positivo, negativo e neutro. 

Ficou confuso? Calma! Vamos exemplificar. Digamos que um jornal de grande circulação publicou uma matéria citando a sua marca ou o seu nome enquanto gestor. Essa publicação se refere à empresa de forma positiva ou negativa? Ou ainda, impacta de forma substancial? E o que nos diz cada uma dessas qualificações? 

Veja bem, as matérias positivas são aquelas que beneficiam a imagem da marca no mercado e podem ser resultado de eventos e ações beneficentes, menções e elogios, por exemplo.

Já as neutras, tratam-se de citações que não geram impacto positivo ou negativo no seu negócio. Por exemplo, apenas citam a empresa como um ponto de referência. 

Enquanto as negativas trazem um conteúdo que desfavorece a marca. Crises internas, acidentes, denúncias e boatos podem provocar repercussões negativas e causar danos severos à reputação da empresa. Ainda que desagradáveis, esse tipo de inserção jamais deve ser ignorado. 

Como o clipping pode te ajudar durante uma crise de imagem

Durante uma crise, estar bem informado e responder à situação de forma rápida e eficiente faz toda a diferença. Nessas situações, o clipping pode ser o seu melhor parceiro!

O clipping vai auxiliar na agilidade necessária para lidar com crise de imagem

O clipping vai auxiliar na agilidade necessária para lidar com crise de imagem

Normalmente, os clippings são enviados logo no início da manhã, dessa forma, em caso de repercussões negativas, você terá tempo hábil para planejar uma estratégia de posicionamento junto à assessoria de imprensa. 

Você pode se informar mais sobre crise de imagem acessando o nosso artigo: Como prevenir uma crise de imagem?

Clipagem de mercado

Além das classificações que dizem respeito à presença do seu negócio perante à opinião pública, o clipping também pode compilar as notícias relacionadas ao nicho onde a sua marca está inserida

A essa classificação de notícias, damos ao nome de mercado, e fará parte do seu relatório periódico, junto ao clipping. 

A análise de mercado é muito importante, pois permite que você fique informado sobre como a sua concorrência está atuando, quais as tendências e projeções para o seu ramo, que tipo de situação poderia impactar no negócio, entre outras informações que auxiliarão na gestão da comunicação da sua empresa. 

E também serve para repensar o posicionamento da marca.

Todas essas informações são enviadas ao cliente diariamente. Ao final de cada mês, também é importante que seja gerado um relatório, detalhando todos os indicadores dessa presença na mídia. Incluindo a valoração dos espaços conquistados por meio das ações divulgadas ao longo do período.

O clipping também é uma importante ferramenta para monitorar as inserções da marca em estratégias desenvolvidas junto aos influenciadores digitais. 

Para quem o clipping é indicado?

Esse serviço é pertinente a todos que desejam monitorar com mais precisão a sua reputação na mídia: políticos, órgãos públicos, influenciadores digitais, celebridades, profissionais liberais, empresas e empresários de pequeno, médio e grande porte são bons exemplos. 

O clipping é indicado para todos que desejam monitorar sua reputação na mídia

O clipping é indicado para todos que desejam monitorar sua reputação na mídia

O clipping é uma das diversas estratégias possíveis dentro de um planejamento de comunicação. Para colher bons frutos desse serviço, é importante contar com a colaboração de uma assessoria de imprensa especializada, capaz de compreender as demandas da sua marca e traçar metas para fortalecê-la. 

E aí, já está pronto para receber o seu clipping? Inscreva-se na nossa newsletter para acompanhar de perto todas as nossas postagens. Fique por dentro sobre como o trabalho de uma assessoria de comunicação pode incrementar a presença da sua marca perante a opinião pública. 

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Postagens relacionadas

Voltar para o blog

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário