As inscrições para o Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos da Estácio estão abertas e acontecem diretamente nas unidades participantes. Em Natal, a iniciativa é realizada na unidade Zona Norte, localizada no bairro Igapó. Os interessados podem esclarecer suas dúvidas na Sala de Matrícula do campus, das 9h às 20h, ou na Central de Atendimento, por meio dos telefones 0800 880 6767 ou 4003 6767.

Desde sua criação, em 2018, o Programa já contou com a participação de mais de 500 alunos em todo o Brasil. Nesta edição, a Estácio ampliou de sete para 12 o número de unidades que vão oferecer gratuitamente o programa.

Segundo Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Comunicação da Estácio, a meta é levar o Programa a todas as unidades da instituição no Brasil. “Estamos alinhados com os ODS 4 da ONU e queremos combater o analfabetismo e erradicá-lo no entorno de nossos campi. Os dados do IBGE nos mostram que a batalha ainda é bem grande”, comenta.

Para chegar aos alfabetizandos, a Estácio busca mobilizar a comunidade no entorno das unidades, para que possa contribuir no sentido de transformar significativamente a vida destas pessoas. “A maioria dos nossos alunos precisa de alguém que os leve à unidade para conhecer o programa. Neste momento, é fundamental que conhecidos e familiares os incentivem a dar este primeiro passo.” afirma Alexandra Witte, coordenadora do Programa.

O ensino é individualizado. As aulas acontecem no período noturno, com duração de três horas por dia, duas vezes por semana, e são totalmente gratuitas. Durante quatro meses, os alfabetizandos têm aulas com estudantes dos cursos superiores de Licenciaturas da Estácio – como Pedagogia, Letras, História, Geografia e Matemática – além da participação do corpo docente da Instituição. O objetivo é que, ao término, os alunos sejam capazes de ler e escrever pequenos textos com compreensão, além de resolver problemas matemáticos simples e usar de forma crítica informações veiculadas nas diferentes mídias.

O Sistema Estácio de Alfabetização e Letramento agrega a alfabetização e letramento em língua portuguesa e matemática com a alfabetização e letramento midiático e informacional, e a modalidade de ensino presencial com o ensino digital. Outro diferencial é a comunicação por intermédio de mensagens de texto em aplicativo de dispositivo móvel, praticamente indispensável nos dias de hoje. Após o programa, o alfabetizado poderá exercer plenamente a sua cidadania, reconhecendo o seu valor e seu papel na sociedade, aumentando as suas chances de ingressar no mercado formal de trabalho e de dar continuidade dos estudos.

ODS 4 da ONU

O Programa de Responsabilidade Social da Estácio está alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 4, da Organização das Nações Unidas (ONU), que deseja garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos – homens e mulheres – estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática até 2030. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em junho 2019, o Brasil registra o número de 11,3 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais.

Serviço:   

Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos | Estácio – unidade Zona Norte

Endereço: Rua Henrique Dias, S/N, Igapó.

Inscrições: na Sala de Matrícula, das 9h às 20h

Mais informações no site www.estacio.br/alfabetizando ou pelos telefones 0800 880 6767 e 4003 6767

Sobre o autor: Letra A

As inscrições para o Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos da Estácio estão abertas e acontecem diretamente nas unidades participantes. Em Natal, a iniciativa é realizada na unidade Zona Norte, localizada no bairro Igapó. Os interessados podem esclarecer suas dúvidas na Sala de Matrícula do campus, das 9h às 20h, ou na Central de Atendimento, por meio dos telefones 0800 880 6767 ou 4003 6767.

Desde sua criação, em 2018, o Programa já contou com a participação de mais de 500 alunos em todo o Brasil. Nesta edição, a Estácio ampliou de sete para 12 o número de unidades que vão oferecer gratuitamente o programa.

Segundo Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Comunicação da Estácio, a meta é levar o Programa a todas as unidades da instituição no Brasil. “Estamos alinhados com os ODS 4 da ONU e queremos combater o analfabetismo e erradicá-lo no entorno de nossos campi. Os dados do IBGE nos mostram que a batalha ainda é bem grande”, comenta.

Para chegar aos alfabetizandos, a Estácio busca mobilizar a comunidade no entorno das unidades, para que possa contribuir no sentido de transformar significativamente a vida destas pessoas. “A maioria dos nossos alunos precisa de alguém que os leve à unidade para conhecer o programa. Neste momento, é fundamental que conhecidos e familiares os incentivem a dar este primeiro passo.” afirma Alexandra Witte, coordenadora do Programa.

O ensino é individualizado. As aulas acontecem no período noturno, com duração de três horas por dia, duas vezes por semana, e são totalmente gratuitas. Durante quatro meses, os alfabetizandos têm aulas com estudantes dos cursos superiores de Licenciaturas da Estácio – como Pedagogia, Letras, História, Geografia e Matemática – além da participação do corpo docente da Instituição. O objetivo é que, ao término, os alunos sejam capazes de ler e escrever pequenos textos com compreensão, além de resolver problemas matemáticos simples e usar de forma crítica informações veiculadas nas diferentes mídias.

O Sistema Estácio de Alfabetização e Letramento agrega a alfabetização e letramento em língua portuguesa e matemática com a alfabetização e letramento midiático e informacional, e a modalidade de ensino presencial com o ensino digital. Outro diferencial é a comunicação por intermédio de mensagens de texto em aplicativo de dispositivo móvel, praticamente indispensável nos dias de hoje. Após o programa, o alfabetizado poderá exercer plenamente a sua cidadania, reconhecendo o seu valor e seu papel na sociedade, aumentando as suas chances de ingressar no mercado formal de trabalho e de dar continuidade dos estudos.

ODS 4 da ONU

O Programa de Responsabilidade Social da Estácio está alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 4, da Organização das Nações Unidas (ONU), que deseja garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos – homens e mulheres – estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática até 2030. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em junho 2019, o Brasil registra o número de 11,3 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais.

Serviço:   

Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos | Estácio – unidade Zona Norte

Endereço: Rua Henrique Dias, S/N, Igapó.

Inscrições: na Sala de Matrícula, das 9h às 20h

Mais informações no site www.estacio.br/alfabetizando ou pelos telefones 0800 880 6767 e 4003 6767

Sobre o autor: Letra A

Postagens relacionadas

Voltar para as notícias

Compartilhe