Faltando duas semanas para o fim do prazo legal de envio das declarações do Imposto de Renda 2024, 167.056 potiguares ainda não prestaram contas com o Leão. O número corresponde a 38% do total de 438.968 declarações esperadas no Rio Grande do Norte. Prazo para entrega do documento se encerra no dia 31 de maio e multa varia de 1% a 20% ao mês do imposto devido, sendo o valor mínimo fixado em R$ 165,74.
Dados do Ministério da Fazenda apontam que 71,6%  das declarações enviadas até as 9h dessa quinta-feira (16) terão direito a receber restituição de parte do valor pago no imposto. Além disso, de acordo com o órgão, a maioria (82,4%) das declarações foi preenchida a partir do programa para computador, mas os contribuintes também recorreram ao Portal e-CAC (11,4%) e ao app Meu Imposto de Renda (6,1%), disponível para celulares e tablets Andoid ou IOS.
De acordo com o contador e diretor da Rui Cadete, Daniel Carvalho, além de evitar multas, enviar a declaração o mais cedo possível aumenta as chances de receber a restituição nos lotes iniciais. Isto porque a Receita Federal estabelece critérios para determinar a ordem de restituição, dando prioridade a grupos como idosos, pessoas com deficiência e profissionais cuja principal fonte de renda seja o magistério.
“Mas além desses grupos, existem outros critérios importantes que determinam a ordem de pagamento na fila de restituição: contribuintes que optaram por receber a devolução dos valores por meio da chave Pix CPF ou utilizaram a declaração pré-preenchida, através da qual o declarante baixa uma versão preliminar do documento, também são prioritários”, destaca o especialista.
São obrigadas a declarar o Imposto de Renda pessoas que tiveram rendimentos tributáveis superiores a R$ 2.112 por mês em 2023 (ou R$ 30.639,90 ao ano), além daquelas que receberam rendimentos classificados como “isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte” que tenham ultrapassado R$ 200 mil, como indenização trabalhista ou rendimento de poupança, por exemplo.
Como declarar o IRPF 2024
Há três formas de enviar a declaração do Imposto de Renda:
1. Baixando o Programa Gerador da Declaração no site da Receita Federal.
2. Por meio do aplicativo “Meu Imposto de Renda” no Google Play (para Android) ou na AppStore (iOS).
3. De forma online, para quem possuir certificado digital ou conta gov.br, no novo portal de serviços da Receita.

Sobre o autor: admin

Faltando duas semanas para o fim do prazo legal de envio das declarações do Imposto de Renda 2024, 167.056 potiguares ainda não prestaram contas com o Leão. O número corresponde a 38% do total de 438.968 declarações esperadas no Rio Grande do Norte. Prazo para entrega do documento se encerra no dia 31 de maio e multa varia de 1% a 20% ao mês do imposto devido, sendo o valor mínimo fixado em R$ 165,74.
Dados do Ministério da Fazenda apontam que 71,6%  das declarações enviadas até as 9h dessa quinta-feira (16) terão direito a receber restituição de parte do valor pago no imposto. Além disso, de acordo com o órgão, a maioria (82,4%) das declarações foi preenchida a partir do programa para computador, mas os contribuintes também recorreram ao Portal e-CAC (11,4%) e ao app Meu Imposto de Renda (6,1%), disponível para celulares e tablets Andoid ou IOS.
De acordo com o contador e diretor da Rui Cadete, Daniel Carvalho, além de evitar multas, enviar a declaração o mais cedo possível aumenta as chances de receber a restituição nos lotes iniciais. Isto porque a Receita Federal estabelece critérios para determinar a ordem de restituição, dando prioridade a grupos como idosos, pessoas com deficiência e profissionais cuja principal fonte de renda seja o magistério.
“Mas além desses grupos, existem outros critérios importantes que determinam a ordem de pagamento na fila de restituição: contribuintes que optaram por receber a devolução dos valores por meio da chave Pix CPF ou utilizaram a declaração pré-preenchida, através da qual o declarante baixa uma versão preliminar do documento, também são prioritários”, destaca o especialista.
São obrigadas a declarar o Imposto de Renda pessoas que tiveram rendimentos tributáveis superiores a R$ 2.112 por mês em 2023 (ou R$ 30.639,90 ao ano), além daquelas que receberam rendimentos classificados como “isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte” que tenham ultrapassado R$ 200 mil, como indenização trabalhista ou rendimento de poupança, por exemplo.
Como declarar o IRPF 2024
Há três formas de enviar a declaração do Imposto de Renda:
1. Baixando o Programa Gerador da Declaração no site da Receita Federal.
2. Por meio do aplicativo “Meu Imposto de Renda” no Google Play (para Android) ou na AppStore (iOS).
3. De forma online, para quem possuir certificado digital ou conta gov.br, no novo portal de serviços da Receita.

Sobre o autor: admin

Postagens relacionadas

Voltar para as notícias

Compartilhe