Quanto mais se aproxima o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2023), mais aumenta a aflição dos estudantes. Com a pressão dos familiares e dos próprios candidatos para o bom desempenho, a insegurança faz com que muitos deles desenvolvam sintomas de ansiedade devido à despedida do Ensino Médio, à escolha para sua futura profissão e às expectativas para o Ensino Superior. Esses conflitos trazem um turbilhão de emoções que podem comprometer a performance do candidato na hora da prova.

Helington Costa, neuropsicólogo e docente da Estácio, alerta para os perigos de se sobrecarregar mentalmente nessa reta final. “O estresse é uma percepção do ambiente que estamos e essa percepção gera um ajuste comportamental, fazendo com que o corpo fique rígido, dolorido, tenha palpitações, e ele me prepara para lidar com esses sintomas. Então é super importante manter uma atividade física equilibrada, manter uma atividade de lazer, sair com os amigos e conversar. Tudo isso é importante para manter o equilíbrio que vai facilitar e favorecer sua memória para essa reta final”, explica o especialista.

A pressão e cobranças que afetam a rotina dos estudantes também podem ser amenizadas por meio do acolhimento, escuta e diálogo. Nesse momento os pais e familiares são essenciais ao demonstrar apoio, evitando cobranças e comparações, e saindo para momentos de lazer em família.

Ter uma boa noite de sono, uma alimentação equilibrada e um planejamento para evitar imprevistos também estão entre as ações que os estudantes podem fazer para ter uma mente mais tranquila e mais focada no momento de resolver as questões. Até mesmo a respiração pode ajudar nestes casos, orienta Helington.

Para os estudantes que, mesmo assim, preferem revisar seu material nos últimos dias, as dicas práticas são criar mapas mentais e conceituais, formas rápidas de visualizar todo o assunto que foi estudado ao longo do ano. “Não é hora de aprender mais um conteúdo. A preparação para o ENEM foca em objetos de fácil acesso. Então uma ótima estratégia nessa hora envolve o uso dos mapas mentais por serem conteúdos de fácil compreensão e visualização”, ressalta o neuropsicólogo.

Confira mais dicas do especialista a seguir:

  • Tenha um momento de lazer na véspera da prova. Diante de toda pressão que acompanha os candidatos, o ideal é relaxar e descansar a mente e o corpo no dia anterior;
  • Monte uma estratégia do seu tempo para os assuntos da prova;.
  • No dia anterior, se alimente de forma saudável e se hidrate;
  • Tenha um bom planejamento da sua rota para o local de realização da prova;
  • Faça exercícios de respiração, inspirando e expirando o ar corretamente. Isso será imprescindível para ajudar a amenizar a ansiedade e tensão durante o exame;

Sobre o autor: admin

Quanto mais se aproxima o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2023), mais aumenta a aflição dos estudantes. Com a pressão dos familiares e dos próprios candidatos para o bom desempenho, a insegurança faz com que muitos deles desenvolvam sintomas de ansiedade devido à despedida do Ensino Médio, à escolha para sua futura profissão e às expectativas para o Ensino Superior. Esses conflitos trazem um turbilhão de emoções que podem comprometer a performance do candidato na hora da prova.

Helington Costa, neuropsicólogo e docente da Estácio, alerta para os perigos de se sobrecarregar mentalmente nessa reta final. “O estresse é uma percepção do ambiente que estamos e essa percepção gera um ajuste comportamental, fazendo com que o corpo fique rígido, dolorido, tenha palpitações, e ele me prepara para lidar com esses sintomas. Então é super importante manter uma atividade física equilibrada, manter uma atividade de lazer, sair com os amigos e conversar. Tudo isso é importante para manter o equilíbrio que vai facilitar e favorecer sua memória para essa reta final”, explica o especialista.

A pressão e cobranças que afetam a rotina dos estudantes também podem ser amenizadas por meio do acolhimento, escuta e diálogo. Nesse momento os pais e familiares são essenciais ao demonstrar apoio, evitando cobranças e comparações, e saindo para momentos de lazer em família.

Ter uma boa noite de sono, uma alimentação equilibrada e um planejamento para evitar imprevistos também estão entre as ações que os estudantes podem fazer para ter uma mente mais tranquila e mais focada no momento de resolver as questões. Até mesmo a respiração pode ajudar nestes casos, orienta Helington.

Para os estudantes que, mesmo assim, preferem revisar seu material nos últimos dias, as dicas práticas são criar mapas mentais e conceituais, formas rápidas de visualizar todo o assunto que foi estudado ao longo do ano. “Não é hora de aprender mais um conteúdo. A preparação para o ENEM foca em objetos de fácil acesso. Então uma ótima estratégia nessa hora envolve o uso dos mapas mentais por serem conteúdos de fácil compreensão e visualização”, ressalta o neuropsicólogo.

Confira mais dicas do especialista a seguir:

  • Tenha um momento de lazer na véspera da prova. Diante de toda pressão que acompanha os candidatos, o ideal é relaxar e descansar a mente e o corpo no dia anterior;
  • Monte uma estratégia do seu tempo para os assuntos da prova;.
  • No dia anterior, se alimente de forma saudável e se hidrate;
  • Tenha um bom planejamento da sua rota para o local de realização da prova;
  • Faça exercícios de respiração, inspirando e expirando o ar corretamente. Isso será imprescindível para ajudar a amenizar a ansiedade e tensão durante o exame;

Sobre o autor: admin

Postagens relacionadas

Voltar para as notícias

Compartilhe