Esta é uma pergunta que quem trabalha na área deve responder pelo menos uma vez ao dia. Justamente porque assessoria de imprensa é um trabalho de bastidores, de estratégia, que não tem tanta visibilidade quanto a atuação de um repórter, por exemplo. Por isso, neste artigo, vou tentar responder à pergunta de uma forma bem didática.

Para começar, recorro a um velho clichê: o trabalho de assessoria de imprensa pode ser comparado a uma ponte, que conecta a marca à opinião pública, por meio dos veículos de comunicação.

Mas como isso é possível?

Isso é possível graças a um trabalho de relacionamento que o jornalista que atua na área de assessoria de imprensa constrói com os colegas que estão nos veículos de comunicação, com blogueiros e demais formadores de opinião.

O assessor traça estratégias de ação, buscando na atuação da marca no mercado, assuntos que têm potencial de se tornar notícia. Assim, oferece aos veículos de comunicação temas que podem ser publicados por meio de notas, entrevistas, reportagens ou outras formas de conteúdo.

A isto damos o nome de mídia espontânea, que é a menção positiva de uma marca em um conteúdo que tem caráter editorial.  Com isso, a marca, que tanto pode ser de uma empresa, pessoa física, profissional liberal, ONG ou instituição pública, terá como retorno o fortalecimento de sua imagem perante a opinião pública.

Assessoria de imprensa x publicidade

Então o trabalho de assessoria de imprensa pode ser comparado com a publicidade?

A resposta é não. São duas atividades distintas. Ao contratar o trabalho de uma agência de publicidade, o cliente pagará pelos espaços onde serão publicados os anúncios a serem desenvolvidos pelos profissionais da agência que contratou.

Já ao contratar uma assessoria de imprensa, o cliente não pagará pelos espaços (reportagens, notas, entrevistas, etc.) em que sua marca será citada. Como o nome diz, tratam-se de mídias espontâneas, têm conteúdo jornalístico, informativo. Para tanto, a marca precisa ter o potencial para produzir tal conteúdo.

No entanto, a assessoria de imprensa e a publicidade fazem parte de estratégias de comunicação que estão sob o guarda-chuva do marketing e, se trabalhadas da forma conjunta, podem conquistar excelentes resultados na construção e fortalecimento de uma marca.

O que faz um assessor de imprensa?

O profissional que atua como assessor de imprensa deve, como primeiro passo, conhecer a fundo a marca com a qual vai trabalhar: pontos fortes e fracos, histórico, concorrência, mercado em que atua. Só assim, destrinchando a fundo os detalhes a respeito do cliente, poderá encontrar material que tenha potencial noticioso e que possa gerar interesse da mídia para publicar.

A partir daí ele traça as estratégias de comunicação com a elaboração de um planejamento de trabalho, que define detalhes como os veículos-alvo, as editorias, e os assuntos que serão enviados para a imprensa.

O contato com a imprensa se dá por meio do press-release ou simplesmente release, texto que segue regras do jornalismo, para informar ao jornalista que está na outra ponta sobre o conteúdo da notícia. O release é o motivador da pauta, caso o colega da redação se interesse pelo tema. Por isso, deve ter o poder de despertar a curiosidade do jornalista que está na redação.

A pauta sendo aceita, é hora de agendar entrevistas, mapear potenciais personagens que podem participar da reportagem e todos os detalhes que dizem respeito a esta fase do trabalho. Tudo deve ser acompanhado pelo assessor de imprensa.

Ao ser publicada a notícia, é hora de fazer o levantamento de todo o conteúdo que saiu na mídia sobre o cliente e sobre o seu mercado. A esta fase do trabalho damos o nome de clipping. O material é enviado diariamente para o cliente e, ao final do mês, ele recebe um relatório com todos os indicadores de sua presença na mídia.

A assessoria de imprensa também é fundamental para a administração de crise de imagem, pois trabalha de forma estratégica para minimizar os impactos da informação negativa sobre a marca.

A assessoria garante que o cliente aparecerá na mídia?

Uma assessoria de imprensa séria não pode prometer o que não vai cumprir. Por se tratar de um trabalho fundamentado na conquista de mídia espontânea, é bastante subjetivo: pode ser que não alcance o resultado prometido.

No entanto, se a assessoria de imprensa tem um bom relacionamento construído com os colegas que atuam na redação, trabalha com seriedade e profissionalismo, certamente as chances de sucesso serão muito maiores. Este tripé – relacionamento, seriedade e profissionalismo – é o “pulo do gato” de uma boa assessoria de imprensa.

Qual é a diferença entre assessoria de imprensa e assessoria de comunicação?

A assessoria de imprensa está entre os serviços oferecidos por uma assessoria de comunicação.

Uma agência que oferece serviços de assessoria de comunicação atua de forma ampla, indo além do trabalho de relacionamento com os jornalistas e formadores de opinião. Oferece também serviços de marketing, produção de conteúdo, publicidade, relações públicas, entre outras atividades afins.

Em função das exigências do mercado, quem trabalha com assessoria de imprensa é geralmente demandando para as ações da assessoria de comunicação, tanto em órgãos públicos quando na iniciativa privada.

Para a marca é, inclusive muito positivo contar com um time de profissionais com essa característica ampla, pois terá a prestação de um serviço muito mais completo.

Como saber se você precisa de uma assessoria de imprensa?

Muita gente pensa que para contar com o trabalho de uma assessoria de imprensa é preciso ser uma grande marca ou uma grande instituição pública. Isso é um engano.

Na verdade, se sua marca desenvolve ações e projetos que têm potencial de se transformar em notícia, pode e deve contar com o trabalho de uma assessoria de imprensa, independentemente do tamanho que seja a sua empresa.

O trabalho da assessoria de imprensa vai contribuir e muito para o fortalecimento da sua marca no mercado, fazendo chegar até a opinião pública informações sobre o que ela produz. Com isso, você certamente se tornará uma referência no segmento em que atua.

E então, esclareceu suas dúvidas sobre o que é o trabalho de uma assessoria de imprensa? Quer saber mais sobre o que faz um assessor de imprensa? Clique aqui.

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Assine a newsletter da Letra A e receba nossos conteúdos em primeira mão!

* indicates required

Intuit Mailchimp

Esta é uma pergunta que quem trabalha na área deve responder pelo menos uma vez ao dia. Justamente porque assessoria de imprensa é um trabalho de bastidores, de estratégia, que não tem tanta visibilidade quanto a atuação de um repórter, por exemplo. Por isso, neste artigo, vou tentar responder à pergunta de uma forma bem didática.

Para começar, recorro a um velho clichê: o trabalho de assessoria de imprensa pode ser comparado a uma ponte, que conecta a marca à opinião pública, por meio dos veículos de comunicação.

Mas como isso é possível?

Isso é possível graças a um trabalho de relacionamento que o jornalista que atua na área de assessoria de imprensa constrói com os colegas que estão nos veículos de comunicação, com blogueiros e demais formadores de opinião.

O assessor traça estratégias de ação, buscando na atuação da marca no mercado, assuntos que têm potencial de se tornar notícia. Assim, oferece aos veículos de comunicação temas que podem ser publicados por meio de notas, entrevistas, reportagens ou outras formas de conteúdo.

A isto damos o nome de mídia espontânea, que é a menção positiva de uma marca em um conteúdo que tem caráter editorial.  Com isso, a marca, que tanto pode ser de uma empresa, pessoa física, profissional liberal, ONG ou instituição pública, terá como retorno o fortalecimento de sua imagem perante a opinião pública.

Assessoria de imprensa x publicidade

Então o trabalho de assessoria de imprensa pode ser comparado com a publicidade?

A resposta é não. São duas atividades distintas. Ao contratar o trabalho de uma agência de publicidade, o cliente pagará pelos espaços onde serão publicados os anúncios a serem desenvolvidos pelos profissionais da agência que contratou.

Já ao contratar uma assessoria de imprensa, o cliente não pagará pelos espaços (reportagens, notas, entrevistas, etc.) em que sua marca será citada. Como o nome diz, tratam-se de mídias espontâneas, têm conteúdo jornalístico, informativo. Para tanto, a marca precisa ter o potencial para produzir tal conteúdo.

No entanto, a assessoria de imprensa e a publicidade fazem parte de estratégias de comunicação que estão sob o guarda-chuva do marketing e, se trabalhadas da forma conjunta, podem conquistar excelentes resultados na construção e fortalecimento de uma marca.

O que faz um assessor de imprensa?

O profissional que atua como assessor de imprensa deve, como primeiro passo, conhecer a fundo a marca com a qual vai trabalhar: pontos fortes e fracos, histórico, concorrência, mercado em que atua. Só assim, destrinchando a fundo os detalhes a respeito do cliente, poderá encontrar material que tenha potencial noticioso e que possa gerar interesse da mídia para publicar.

A partir daí ele traça as estratégias de comunicação com a elaboração de um planejamento de trabalho, que define detalhes como os veículos-alvo, as editorias, e os assuntos que serão enviados para a imprensa.

O contato com a imprensa se dá por meio do press-release ou simplesmente release, texto que segue regras do jornalismo, para informar ao jornalista que está na outra ponta sobre o conteúdo da notícia. O release é o motivador da pauta, caso o colega da redação se interesse pelo tema. Por isso, deve ter o poder de despertar a curiosidade do jornalista que está na redação.

A pauta sendo aceita, é hora de agendar entrevistas, mapear potenciais personagens que podem participar da reportagem e todos os detalhes que dizem respeito a esta fase do trabalho. Tudo deve ser acompanhado pelo assessor de imprensa.

Ao ser publicada a notícia, é hora de fazer o levantamento de todo o conteúdo que saiu na mídia sobre o cliente e sobre o seu mercado. A esta fase do trabalho damos o nome de clipping. O material é enviado diariamente para o cliente e, ao final do mês, ele recebe um relatório com todos os indicadores de sua presença na mídia.

A assessoria de imprensa também é fundamental para a administração de crise de imagem, pois trabalha de forma estratégica para minimizar os impactos da informação negativa sobre a marca.

A assessoria garante que o cliente aparecerá na mídia?

Uma assessoria de imprensa séria não pode prometer o que não vai cumprir. Por se tratar de um trabalho fundamentado na conquista de mídia espontânea, é bastante subjetivo: pode ser que não alcance o resultado prometido.

No entanto, se a assessoria de imprensa tem um bom relacionamento construído com os colegas que atuam na redação, trabalha com seriedade e profissionalismo, certamente as chances de sucesso serão muito maiores. Este tripé – relacionamento, seriedade e profissionalismo – é o “pulo do gato” de uma boa assessoria de imprensa.

Qual é a diferença entre assessoria de imprensa e assessoria de comunicação?

A assessoria de imprensa está entre os serviços oferecidos por uma assessoria de comunicação.

Uma agência que oferece serviços de assessoria de comunicação atua de forma ampla, indo além do trabalho de relacionamento com os jornalistas e formadores de opinião. Oferece também serviços de marketing, produção de conteúdo, publicidade, relações públicas, entre outras atividades afins.

Em função das exigências do mercado, quem trabalha com assessoria de imprensa é geralmente demandando para as ações da assessoria de comunicação, tanto em órgãos públicos quando na iniciativa privada.

Para a marca é, inclusive muito positivo contar com um time de profissionais com essa característica ampla, pois terá a prestação de um serviço muito mais completo.

Como saber se você precisa de uma assessoria de imprensa?

Muita gente pensa que para contar com o trabalho de uma assessoria de imprensa é preciso ser uma grande marca ou uma grande instituição pública. Isso é um engano.

Na verdade, se sua marca desenvolve ações e projetos que têm potencial de se transformar em notícia, pode e deve contar com o trabalho de uma assessoria de imprensa, independentemente do tamanho que seja a sua empresa.

O trabalho da assessoria de imprensa vai contribuir e muito para o fortalecimento da sua marca no mercado, fazendo chegar até a opinião pública informações sobre o que ela produz. Com isso, você certamente se tornará uma referência no segmento em que atua.

E então, esclareceu suas dúvidas sobre o que é o trabalho de uma assessoria de imprensa? Quer saber mais sobre o que faz um assessor de imprensa? Clique aqui.

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Postagens relacionadas

Voltar para o blog

Compartilhe

Comentários

4 Comentários

  1. […] Quer saber mais sobre o trabalho de assessoria de imprensa? Clique aqui. […]

  2. […] Quer saber mais sobre o serviço de assessoria de imprensa? Clique aqui. […]

  3. […] de um fato. E também mudar o rumo da história. Diante de todo esse cenário de transformação, a assessoria de imprensa também se reinventa e se fortalece. Ganha o status de […]

  4. […] de começarmos a conversar é necessário ficar claro que assessoria de imprensa e assessoria de comunicação não são a mesma coisa. Pois é, apesar de parecidas no conceito, na […]

Deixe um comentário