O mercado de trabalho muda rapidamente e, neste campo em que mais de 12 milhões de brasileiros querem ingressar, a competitividade está maior. Alguns detalhes, no entanto, podem ser cruciais para fazer com que um profissional se destaque e alcance cargos elevados dentro de uma empresa. Para crescer profissionalmente é essencial entender o profissional que se deseja ser, principalmente nos dias atuais, quando o mercado abraça cada vez mais a carreira em Y.

A especialista e gerente de Recursos Humanos da Rui Cadete Consultores, Ana Claudia Medeiros, explica que este modelo de carreira vem ganhando espaço justamente por entender as habilidades e limites do profissional. “Cada profissional tem competências pessoais que devem ser levadas em conta na hora de, por exemplo, uma promoção. Por isso, a carreira em Y aponta dois possíveis caminhos para aquele colaborador que se destaca e almeja novos desafios: ele tanto pode seguir para uma área de gestão e liderança, como também pode investir em determinado aspecto da área técnica e se torna um especialista”, comenta Ana.

Empresas como a própria Rui Cadete Consultores têm buscado formas de incentivar o colaborador a aprimorar suas habilidades, seja como gestor ou especialista. Para isso, conta com dois programas específicos para os dois caminhos possíveis de carreira: o Programa Liderar e o Contador 4.0.

O Programa Liderar promove treinamentos e palestras sobre temas como liderança, gestão de pessoas, oratória e, comportamento. “Iniciamos o Programa Liderar no ano passado, diante da necessidade de desenvolvermos habilidades de gestão e liderança no nosso próprio quadro para que, quando abríssemos um processo seletivo, contássemos com um colaborador mais preparado, já que o nosso intuito é promover a prata da casa”, explica Ana.

Este ano surgiu o Programa Contador 4.0. A iniciativa vem de uma mudança no mercado contábil nos últimos anos, em que o profissional precisa se destacar como consultor e não apenas como contador. Além disso, o programa busca ressaltar habilidades importantes para o contato direto com o cliente e para a aprimoração profissional relacionadas a questões técnicas. “Precisamos estar atentos aos avanços tecnológicos para aumentarmos a performance e também otimizar a experiência com o cliente de diversas maneiras. O programa também incentiva a educação continuada e nos reinventarmos diariamente”, destaca a analista pessoal e participante do programa, Paula Izaiane.

Sobre o autor: Letra A

O mercado de trabalho muda rapidamente e, neste campo em que mais de 12 milhões de brasileiros querem ingressar, a competitividade está maior. Alguns detalhes, no entanto, podem ser cruciais para fazer com que um profissional se destaque e alcance cargos elevados dentro de uma empresa. Para crescer profissionalmente é essencial entender o profissional que se deseja ser, principalmente nos dias atuais, quando o mercado abraça cada vez mais a carreira em Y.

A especialista e gerente de Recursos Humanos da Rui Cadete Consultores, Ana Claudia Medeiros, explica que este modelo de carreira vem ganhando espaço justamente por entender as habilidades e limites do profissional. “Cada profissional tem competências pessoais que devem ser levadas em conta na hora de, por exemplo, uma promoção. Por isso, a carreira em Y aponta dois possíveis caminhos para aquele colaborador que se destaca e almeja novos desafios: ele tanto pode seguir para uma área de gestão e liderança, como também pode investir em determinado aspecto da área técnica e se torna um especialista”, comenta Ana.

Empresas como a própria Rui Cadete Consultores têm buscado formas de incentivar o colaborador a aprimorar suas habilidades, seja como gestor ou especialista. Para isso, conta com dois programas específicos para os dois caminhos possíveis de carreira: o Programa Liderar e o Contador 4.0.

O Programa Liderar promove treinamentos e palestras sobre temas como liderança, gestão de pessoas, oratória e, comportamento. “Iniciamos o Programa Liderar no ano passado, diante da necessidade de desenvolvermos habilidades de gestão e liderança no nosso próprio quadro para que, quando abríssemos um processo seletivo, contássemos com um colaborador mais preparado, já que o nosso intuito é promover a prata da casa”, explica Ana.

Este ano surgiu o Programa Contador 4.0. A iniciativa vem de uma mudança no mercado contábil nos últimos anos, em que o profissional precisa se destacar como consultor e não apenas como contador. Além disso, o programa busca ressaltar habilidades importantes para o contato direto com o cliente e para a aprimoração profissional relacionadas a questões técnicas. “Precisamos estar atentos aos avanços tecnológicos para aumentarmos a performance e também otimizar a experiência com o cliente de diversas maneiras. O programa também incentiva a educação continuada e nos reinventarmos diariamente”, destaca a analista pessoal e participante do programa, Paula Izaiane.

Sobre o autor: Letra A

Postagens relacionadas

Voltar para as notícias

Compartilhe