Se você já pesquisou sobre marketing de influência, entende o quão importante é saber como escolher um influenciador digital para divulgar sua marca. No mundo digital, mais importante do que ser visto para ser lembrado, é ser visto pelas pessoas certas. 

E com o apoio de alguém que tenha relevância para elas, isso pode trazer resultados ainda melhores, especialmente se for construída uma relação a longo prazo entre marca e influenciador. Mas como escolher o influenciador certo? 

É sobre isso que vamos falar nesse artigo. Vamos lá?

Segmente por nicho e público alvo

Antes de entrarmos nas dicas propriamente ditas, é necessário lembrar que o marketing digital pode apresentar melhores resultados do que o marketing tradicional em ações cuja intenção seja direcionar a mensagem para públicos específicos.

Então, qual é a área de atuação da sua empresa? Alimentos, automóveis, decoração? Procure quem fala sobre o tema e seja referência no assunto. Tenha em mente que não é qualquer influencer que pode falar por sua marca. É fundamental que seja alguém que entenda do tema e, acima de tudo, que tenha afinidade com o conteúdo gerado por você.

Além disso, você precisa identificar de forma precisa quem é o seu público, qual a sua idade e de que forma está presente no mundo digital. Se não estiver, uma estratégia de divulgação offline deve ser o melhor caminho. 

Mas, supondo que sua audiência esteja online, saiba tudo o que é possível sobre seu consumidor para que possa selecionar os influenciadores que conversem diretamente com ele.

Para isso, você vai solicitar e analisar seus media kit, ou kit de mídia. O media kit é um arquivo onde os influenciadores colocam dados sobre sua atuação: linha editorial, número de seguidores, engajamento e valores para trabalhos publicitários. 

Como escolher um influenciador digital (5)

 

Defina o objetivo primeiro, veja números depois

Atualmente, há influenciadores de perfis e tamanhos distintos. Há os nano influenciadores (1K a 10K de seguidores), os micro influenciadores (10K-100K) e os macro influenciadores (100K-1 milhão). Há ainda os mega influenciadores, que têm mais de 1 milhão de seguidores e se assemelham a celebridades. 

Cada um desses perfis tem prós e contras, por isso o aconselhável é que você defina um objetivo para a sua ação antes de ver os números dos influenciadores que esteja cogitando.

Seu contato com influenciadores pode ter como objetivo visibilidade, aumento de vendas, reforço institucional ou lançar um produto ou serviço novo. Para cada objetivo, há um caminho que passa pela definição de quantos influenciadores farão parte da ação, quanto tempo vai durar, além do tipo de interação entre o criador de conteúdo e sua marca.

Aqui no blog da Letra A já falamos sobre o press kit, que é uma das formas de fazer esse contato entre marca e influenciador. Esta é uma ação pontual que pode funcionar para o lançamento de um produto entre vários influenciadores, por exemplo, No entanto, é preciso mais para cultivar uma relação a longo prazo. 

Tão importante quanto enviar presentes em ações esporádicas, é manter relação com quem realmente possa se tornar um embaixador da sua marca. Tendo isso em mente, vamos analisar duas situações para te ajudar a escolher um influenciador digital.

Nanoinfluenciador ou megainfluenciador: qual a melhor escolha?

Se você tem uma pequena empresa, que ainda não tem estrutura para atender a um grande público, mas deseja fazer uma divulgação assertiva e direcionada, não faz sentido tentar contato com um macro ou mega influenciador. 

Isso poderia resultar em muitas visualizações, mas atrairia clientes em potencial que, sem resposta ao fazer contato, poderiam ficar irritados por sua empresa não dar conta da alta demanda. Ou seja: a escolha errada de um influenciador pode provocar uma crise, em vez do resultado positivo esperado. 

Se sua atual estratégia de divulgação for o famoso “boca a boca”, o indicado seria tentar algo direcionado para o seu nicho com nanoinfluenciadores, que costumam ter alta taxa de engajamento e uma conversa mais direta com seus seguidores.

Saiba mais sobre nano influenciadores

Entretanto, se sua empresa é grande e você quer mirar em uma maior visibilidade, um macroinfluenciador ou até um megainfluenciador pode ser uma ótima oportunidade de vitrine. O que não necessariamente, terá a ação revertida em vendas no primeiro momento. 

Mas saiba que quanto maior o número de seguidores, menor vai ser a aproximação do influenciador com os seguidores e o domínio sobre o assunto. Então, mesmo que sua empresa seja grande, mas atue em um nicho bem específico, escolher um influenciador que tenha propriedade para falar sobre o seu produto e tenha afinidade com ele, é a melhor opção.

Como escolher um influenciador digital (2)

Engajamento importa mais do que seguidores

Apesar de todos os pontos anteriores serem extremamente importantes, um dado que merece atenção especial é o engajamento. Para que você entenda melhor, vamos a uma rápida explicação:

O número de seguidores é equivalente à popularidade; alcance significa o volume de pessoas que veem o conteúdo que o influenciador produz; e engajamento é o número de pessoas que interage: curte, comenta e compartilha. Ou seja, se interessa pelo assunto! 

Portanto, se você vai valorizar algum número no mídia kit, que seja o engajamento e não necessariamente o número de seguidores. O que garante um bom engajamento para um influenciador é o impacto que provoca entre os seus seguidores com o conteúdo que compartilha.

Então, retire da sua seleção o influencer que, apesar de muitos seguidores, não ofereça um conteúdo de qualidade e criativo. Se não, a sua marca será apenas mais uma entre todas as outras divulgadas por ele em materiais publicitários iguais, sem personalidade própria.

Escolha um influenciador que represente sua marca

Na hora de escolher um influenciador, tenha também em mente que você deve procurar alguém que seja um bom representante da sua marca também no que não é tangível

Ao apresentar sua marca no perfil de um criador de conteúdo digital, você precisa ter a certeza de que sua mensagem vai ser transmitida de forma condizente com os valores e missão da sua empresa. 

Faça uma observação aprofundada do conteúdo produzido pelos nomes que permaneceram na sua lista após todos os fatores apresentados. Analise sua linguagem, se usam de memes ou um discurso mais sério, e que afinidade têm com o seu produto. 

Como escolher um influenciador digital (3)

Apesar da tentação, números grandes não são tudo no marketing de influência. A escolha certa pode representar uma parceria a longo prazo que certamente renderá ótimos frutos.

Afinal, você confiaria mais em uma dica que viu uma única vez ou em uma dica de alguém que você confia e que permanece recomendando, com argumentos coerentes? 

Marketing de influência é sobre isso: confiança. 

Gostou das dicas? Se ficou com alguma dúvida a respeito, entre em contato conosco. Ações com influenciadores estão entre os diversos serviços oferecidos pela Letra A Comunicação, que visam incrementar a presença da sua marca no mercado.

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Assine a newsletter da Letra A e receba nossos conteúdos em primeira mão!

* indicates required

Intuit Mailchimp

Se você já pesquisou sobre marketing de influência, entende o quão importante é saber como escolher um influenciador digital para divulgar sua marca. No mundo digital, mais importante do que ser visto para ser lembrado, é ser visto pelas pessoas certas. 

E com o apoio de alguém que tenha relevância para elas, isso pode trazer resultados ainda melhores, especialmente se for construída uma relação a longo prazo entre marca e influenciador. Mas como escolher o influenciador certo? 

É sobre isso que vamos falar nesse artigo. Vamos lá?

Segmente por nicho e público alvo

Antes de entrarmos nas dicas propriamente ditas, é necessário lembrar que o marketing digital pode apresentar melhores resultados do que o marketing tradicional em ações cuja intenção seja direcionar a mensagem para públicos específicos.

Então, qual é a área de atuação da sua empresa? Alimentos, automóveis, decoração? Procure quem fala sobre o tema e seja referência no assunto. Tenha em mente que não é qualquer influencer que pode falar por sua marca. É fundamental que seja alguém que entenda do tema e, acima de tudo, que tenha afinidade com o conteúdo gerado por você.

Além disso, você precisa identificar de forma precisa quem é o seu público, qual a sua idade e de que forma está presente no mundo digital. Se não estiver, uma estratégia de divulgação offline deve ser o melhor caminho. 

Mas, supondo que sua audiência esteja online, saiba tudo o que é possível sobre seu consumidor para que possa selecionar os influenciadores que conversem diretamente com ele.

Para isso, você vai solicitar e analisar seus media kit, ou kit de mídia. O media kit é um arquivo onde os influenciadores colocam dados sobre sua atuação: linha editorial, número de seguidores, engajamento e valores para trabalhos publicitários. 

Como escolher um influenciador digital (5)

 

Defina o objetivo primeiro, veja números depois

Atualmente, há influenciadores de perfis e tamanhos distintos. Há os nano influenciadores (1K a 10K de seguidores), os micro influenciadores (10K-100K) e os macro influenciadores (100K-1 milhão). Há ainda os mega influenciadores, que têm mais de 1 milhão de seguidores e se assemelham a celebridades. 

Cada um desses perfis tem prós e contras, por isso o aconselhável é que você defina um objetivo para a sua ação antes de ver os números dos influenciadores que esteja cogitando.

Seu contato com influenciadores pode ter como objetivo visibilidade, aumento de vendas, reforço institucional ou lançar um produto ou serviço novo. Para cada objetivo, há um caminho que passa pela definição de quantos influenciadores farão parte da ação, quanto tempo vai durar, além do tipo de interação entre o criador de conteúdo e sua marca.

Aqui no blog da Letra A já falamos sobre o press kit, que é uma das formas de fazer esse contato entre marca e influenciador. Esta é uma ação pontual que pode funcionar para o lançamento de um produto entre vários influenciadores, por exemplo, No entanto, é preciso mais para cultivar uma relação a longo prazo. 

Tão importante quanto enviar presentes em ações esporádicas, é manter relação com quem realmente possa se tornar um embaixador da sua marca. Tendo isso em mente, vamos analisar duas situações para te ajudar a escolher um influenciador digital.

Nanoinfluenciador ou megainfluenciador: qual a melhor escolha?

Se você tem uma pequena empresa, que ainda não tem estrutura para atender a um grande público, mas deseja fazer uma divulgação assertiva e direcionada, não faz sentido tentar contato com um macro ou mega influenciador. 

Isso poderia resultar em muitas visualizações, mas atrairia clientes em potencial que, sem resposta ao fazer contato, poderiam ficar irritados por sua empresa não dar conta da alta demanda. Ou seja: a escolha errada de um influenciador pode provocar uma crise, em vez do resultado positivo esperado. 

Se sua atual estratégia de divulgação for o famoso “boca a boca”, o indicado seria tentar algo direcionado para o seu nicho com nanoinfluenciadores, que costumam ter alta taxa de engajamento e uma conversa mais direta com seus seguidores.

Saiba mais sobre nano influenciadores

Entretanto, se sua empresa é grande e você quer mirar em uma maior visibilidade, um macroinfluenciador ou até um megainfluenciador pode ser uma ótima oportunidade de vitrine. O que não necessariamente, terá a ação revertida em vendas no primeiro momento. 

Mas saiba que quanto maior o número de seguidores, menor vai ser a aproximação do influenciador com os seguidores e o domínio sobre o assunto. Então, mesmo que sua empresa seja grande, mas atue em um nicho bem específico, escolher um influenciador que tenha propriedade para falar sobre o seu produto e tenha afinidade com ele, é a melhor opção.

Como escolher um influenciador digital (2)

Engajamento importa mais do que seguidores

Apesar de todos os pontos anteriores serem extremamente importantes, um dado que merece atenção especial é o engajamento. Para que você entenda melhor, vamos a uma rápida explicação:

O número de seguidores é equivalente à popularidade; alcance significa o volume de pessoas que veem o conteúdo que o influenciador produz; e engajamento é o número de pessoas que interage: curte, comenta e compartilha. Ou seja, se interessa pelo assunto! 

Portanto, se você vai valorizar algum número no mídia kit, que seja o engajamento e não necessariamente o número de seguidores. O que garante um bom engajamento para um influenciador é o impacto que provoca entre os seus seguidores com o conteúdo que compartilha.

Então, retire da sua seleção o influencer que, apesar de muitos seguidores, não ofereça um conteúdo de qualidade e criativo. Se não, a sua marca será apenas mais uma entre todas as outras divulgadas por ele em materiais publicitários iguais, sem personalidade própria.

Escolha um influenciador que represente sua marca

Na hora de escolher um influenciador, tenha também em mente que você deve procurar alguém que seja um bom representante da sua marca também no que não é tangível

Ao apresentar sua marca no perfil de um criador de conteúdo digital, você precisa ter a certeza de que sua mensagem vai ser transmitida de forma condizente com os valores e missão da sua empresa. 

Faça uma observação aprofundada do conteúdo produzido pelos nomes que permaneceram na sua lista após todos os fatores apresentados. Analise sua linguagem, se usam de memes ou um discurso mais sério, e que afinidade têm com o seu produto. 

Como escolher um influenciador digital (3)

Apesar da tentação, números grandes não são tudo no marketing de influência. A escolha certa pode representar uma parceria a longo prazo que certamente renderá ótimos frutos.

Afinal, você confiaria mais em uma dica que viu uma única vez ou em uma dica de alguém que você confia e que permanece recomendando, com argumentos coerentes? 

Marketing de influência é sobre isso: confiança. 

Gostou das dicas? Se ficou com alguma dúvida a respeito, entre em contato conosco. Ações com influenciadores estão entre os diversos serviços oferecidos pela Letra A Comunicação, que visam incrementar a presença da sua marca no mercado.

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Postagens relacionadas

Voltar para o blog

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário