Conquistar destaque nos principais veículos de comunicação traz imensos benefícios para o seu negócio. Mas, para uma marca conseguir bons espaços por meio da mídia espontânea, requer estratégia. E é aí que está o pulo do gato: como traçar e executar um bom plano de assessoria de imprensa

Antes de pegar papel e caneta, ou sentar à frente do computador para listar onde deseja aparecer, é preciso todo um processo de análise e preparação. 

Afinal, o que faz uma empresa ser conhecida no mercado é a forma como se posiciona e investe na sua divulgação e promoção

Mas não pense que é fácil ocupar espaço nas páginas de jornais, portais de notícias, revistas, programas de televisão ou de rádio. É preciso estar no local certo e na hora certa. 

Se o seu objetivo é a construção de uma boa reputação para o seu negócio, as suas ações devem ter objetivos concretos, um público-alvo definido, um mailing qualificado, porta-voz preparado e, para completar, uma mensuração eficaz dos resultados.

Vou falar aqui sobre cada um destes pontos. Mas, antes disso, vamos entender melhor como funciona o relacionamento com a mídia. 

O que faz uma assessoria de imprensa?

Quem é especializado em construir o relacionamento entre uma marca e a mídia é a assessoria de imprensa. Ela funciona como uma ponte entre os assessorados e os veículos de comunicação, em busca de visibilidade.

Uma das principais atividades da assessoria é mapear os veículos e as possibilidades de inserções na mídia de forma orgânica, espontânea. Ou seja, sem que o cliente pague pelo espaço. 

O que vai definir a conquista deste espaço é quão boa é a notícia oferecida pela assessoria ao veículo de comunicação.

Por isso, para que possa desenvolver um bom trabalho, a assessoria de imprensa precisa estar por dentro de todas as características do negócio. Só assim, será possível identificar as oportunidades de expor serviços ou produtos na mídia, com base nos temas que se relacionam com o assessorado. São eles que serão transformados em notícia. 

Mas será preciso definir as estratégias que serão seguidas.

Como então desenvolver um plano de assessoria que gere resultados? Se você quer obter maior eficácia na divulgação de um negócio está no lugar certo: separamos passos de sucesso para dividir com você!

Como elaborar um plano de assessoria?

Defina os objetivos

A clareza desse primeiro passo é determinante para o sucesso de toda sua estratégia. Antes de tudo, é necessário saber qual o objetivo que se deseja com o plano de assessoria de imprensa.

O propósito é lançar um produto? Se quer vender mais, ou construir uma autoridade na área de atuação? A ideia é se tornar conhecido? Ou houve uma mudança de posicionamento e isso precisa ser anunciado? Ou se trata de uma crise de imagem para ser resolvida?

São muitas as possibilidades de objetivos para o plano. Saber o que se quer conquistar é o pontapé inicial para qualquer realização. 

Por conta disso, não minimize a importância dos objetivos! Converse com sua assessoria de imprensa sobre o que a marca espera com o trabalho dela.

Isso vai ajudar na construção do próximo passo!

Identifique o público-alvo

Com os objetivos listados, ficará bem mais fácil atingir o público que se deseja. É preciso identificar e conhecer quem você espera alcançar com determinada ação. Desta forma, será mais claro o caminho para se chegar às melhores estratégias.

Dependendo do caso, a identificação do público pode ser realizada por meio de pesquisas específicas entre os clientes e potenciais clientes da empresa. Ou pode ser definido de acordo com os objetivos almejados com o plano.

A falta de clareza sobre quem se pretende alcançar aumenta as chances de errar nas estratégias, já que não terão um direcionamento eficaz. 

O que mais importa neste passo não é a quantidade de públicos, mas sim, listar quem realmente vai consumir o serviço ou produto oferecido pela marca.

E por falar em direcionamento…

Elabore um mailing

Para uma boa divulgação e relacionamento com a mídia é necessário ter foco e organização. Definir quais veículos de comunicação atingirão o público desejado trará sucesso para sua estratégia.

Por isso, liste os veículos de comunicação almejados com foco na área de atuação da marca, os jornalistas, os influenciadores, seus e-mails e telefones para contato. Isso ajudará muito a emplacar os press releases de divulgação das ações.

Defina uma estratégia

Antes de pensar na definição da estratégia que será usada no plano de comunicação, entenda qual a mensagem chave que precisa ser transmitida. 

Todas as ações a serem desenvolvidas deverão estar alinhadas a ela. Isso promove identificação do público com o ideal da organização. Mas, e a estratégia?

Você deve ter em mente que nem sempre o que você deseja alcançar é possível com o que tem em mãos. E é provável que ouça de sua assessoria de imprensa que aquele tema não rende uma notícia. Isso pode ser frustrante, mas é preciso confiar no trabalho de sua assessoria. E esteja disponível para o momento dos briefings, que é quando as informações são recolhidas.

As estratégias serão definidas com mais segurança quando forem reunidas todas as informações possíveis e os objetivos traçados: um passo de cada vez. 

Quando isso acontecer, é hora de elaborar as estratégias de inserções com base no melhor conteúdo que foi coletado nos briefings. Dessa forma, é mais seguro que a informação oferecida pela assessoria de imprensa aos formadores de opinião seja bem recebida. E, consequentemente, publicada.

É sobre esse conteúdo que vamos falar no próximo passo.

Elaboração de pautas

As pautas definem o sucesso de toda a estratégia pensada até aqui. Os conteúdos oferecidos aos jornalistas e veículos de comunicação devem estar alinhados com a área de atuação da marca e seus negócios, sejam eles serviços ou produtos.

No entanto, nem sempre o que é relevante para a marca interessa à imprensa. Por isso, é importante estar atento às oportunidades: temas de mercado, assuntos factuais, datas específicas e relacionadas com a área em que a marca atua podem ser a chave do sucesso de sua estratégia.

Também é importante determinar quem vai ser o representante da empresa na hora em que a mídia se interessar pelas pautas sugeridas para entrevistas. Então, vamos entender mais sobre  isso…

Determine o porta-voz 

A eficácia do plano de assessoria de imprensa caminha com a escolha de quem transmitirá a mensagem-chave para os veículos de comunicação. É preciso identificar qual o gestor ou técnico que melhor domina aquele determinado tema. 

A pessoa que falará com o jornalista, além de conhecer o assunto da pauta profundamente, precisa entender previamente quais as particularidades do veículo. Desta forma, poderá transmitir a mensagem de forma clara e aproveitar bem o espaço aberto.

Se o gestor ou técnico escolhido para ser o porta-voz não tiver traquejo para estar diante de microfones, câmeras e gravadores, todo o esforço feito até agora irá por água abaixo. 

Mas calma, há solução também para isso: é recomendado que os porta-vozes passem por um treinamento prévio que vai prepará-los para o contato com a mídia. 

Esse treinamento recebe o nome de media training.

Vencida mais uma etapa, vamos agora ao último passo!

Acompanhe os resultados

De nada adianta todo o esforço empreendido até agora se você não tem como mensurar o trabalho desenvolvido previsto no plano de comunicação. Como entender os resultados dele?

E pode ter a certeza de que a realização do plano de assessoria de imprensa gera resultados surpreendentes!

Para começar, é importante acompanhar todas as inserções com o monitoramento diário, com a realização do clipping. Ele é fundamental no acompanhamento dos indicadores. 

Além disso, periodicamente é importante fazer um consolidado do resultado conquistado: os objetivos foram cumpridos? Os espaços planejados foram ocupados? As estratégias foram alcançadas? Se sim, ótimo, é sinal de que estamos no caminho certo! Se não, é hora de mudar a rota e traçar novos rumos. 

O trabalho de uma assessoria de imprensa é assim mesmo: bastante dinâmico. E exige constante atenção para os indicadores que está apresentando. 

Dependendo do caso, apresenta resultados imediatos e, em outros, só a médio e longo prazos. Mas é fundamental para a construção positiva de uma marca perante a opinião pública ou para a criação de autoridade em determinada área. 

E o que vai ajudar muito para que esses objetivos sejam alcançados é um bom plano de comunicação.

Gostou das dicas para um plano de assessoria de imprensa eficaz? Se pretende colocá-los em prática, você precisa ler também o nosso artigo “Como lidar com a imprensa? 5 dicas úteis para chegar lá!” Boa leitura!

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Assine a newsletter da Letra A e receba nossos conteúdos em primeira mão!

* indicates required

Intuit Mailchimp

Conquistar destaque nos principais veículos de comunicação traz imensos benefícios para o seu negócio. Mas, para uma marca conseguir bons espaços por meio da mídia espontânea, requer estratégia. E é aí que está o pulo do gato: como traçar e executar um bom plano de assessoria de imprensa

Antes de pegar papel e caneta, ou sentar à frente do computador para listar onde deseja aparecer, é preciso todo um processo de análise e preparação. 

Afinal, o que faz uma empresa ser conhecida no mercado é a forma como se posiciona e investe na sua divulgação e promoção

Mas não pense que é fácil ocupar espaço nas páginas de jornais, portais de notícias, revistas, programas de televisão ou de rádio. É preciso estar no local certo e na hora certa. 

Se o seu objetivo é a construção de uma boa reputação para o seu negócio, as suas ações devem ter objetivos concretos, um público-alvo definido, um mailing qualificado, porta-voz preparado e, para completar, uma mensuração eficaz dos resultados.

Vou falar aqui sobre cada um destes pontos. Mas, antes disso, vamos entender melhor como funciona o relacionamento com a mídia. 

O que faz uma assessoria de imprensa?

Quem é especializado em construir o relacionamento entre uma marca e a mídia é a assessoria de imprensa. Ela funciona como uma ponte entre os assessorados e os veículos de comunicação, em busca de visibilidade.

Uma das principais atividades da assessoria é mapear os veículos e as possibilidades de inserções na mídia de forma orgânica, espontânea. Ou seja, sem que o cliente pague pelo espaço. 

O que vai definir a conquista deste espaço é quão boa é a notícia oferecida pela assessoria ao veículo de comunicação.

Por isso, para que possa desenvolver um bom trabalho, a assessoria de imprensa precisa estar por dentro de todas as características do negócio. Só assim, será possível identificar as oportunidades de expor serviços ou produtos na mídia, com base nos temas que se relacionam com o assessorado. São eles que serão transformados em notícia. 

Mas será preciso definir as estratégias que serão seguidas.

Como então desenvolver um plano de assessoria que gere resultados? Se você quer obter maior eficácia na divulgação de um negócio está no lugar certo: separamos passos de sucesso para dividir com você!

Como elaborar um plano de assessoria?

Defina os objetivos

A clareza desse primeiro passo é determinante para o sucesso de toda sua estratégia. Antes de tudo, é necessário saber qual o objetivo que se deseja com o plano de assessoria de imprensa.

O propósito é lançar um produto? Se quer vender mais, ou construir uma autoridade na área de atuação? A ideia é se tornar conhecido? Ou houve uma mudança de posicionamento e isso precisa ser anunciado? Ou se trata de uma crise de imagem para ser resolvida?

São muitas as possibilidades de objetivos para o plano. Saber o que se quer conquistar é o pontapé inicial para qualquer realização. 

Por conta disso, não minimize a importância dos objetivos! Converse com sua assessoria de imprensa sobre o que a marca espera com o trabalho dela.

Isso vai ajudar na construção do próximo passo!

Identifique o público-alvo

Com os objetivos listados, ficará bem mais fácil atingir o público que se deseja. É preciso identificar e conhecer quem você espera alcançar com determinada ação. Desta forma, será mais claro o caminho para se chegar às melhores estratégias.

Dependendo do caso, a identificação do público pode ser realizada por meio de pesquisas específicas entre os clientes e potenciais clientes da empresa. Ou pode ser definido de acordo com os objetivos almejados com o plano.

A falta de clareza sobre quem se pretende alcançar aumenta as chances de errar nas estratégias, já que não terão um direcionamento eficaz. 

O que mais importa neste passo não é a quantidade de públicos, mas sim, listar quem realmente vai consumir o serviço ou produto oferecido pela marca.

E por falar em direcionamento…

Elabore um mailing

Para uma boa divulgação e relacionamento com a mídia é necessário ter foco e organização. Definir quais veículos de comunicação atingirão o público desejado trará sucesso para sua estratégia.

Por isso, liste os veículos de comunicação almejados com foco na área de atuação da marca, os jornalistas, os influenciadores, seus e-mails e telefones para contato. Isso ajudará muito a emplacar os press releases de divulgação das ações.

Defina uma estratégia

Antes de pensar na definição da estratégia que será usada no plano de comunicação, entenda qual a mensagem chave que precisa ser transmitida. 

Todas as ações a serem desenvolvidas deverão estar alinhadas a ela. Isso promove identificação do público com o ideal da organização. Mas, e a estratégia?

Você deve ter em mente que nem sempre o que você deseja alcançar é possível com o que tem em mãos. E é provável que ouça de sua assessoria de imprensa que aquele tema não rende uma notícia. Isso pode ser frustrante, mas é preciso confiar no trabalho de sua assessoria. E esteja disponível para o momento dos briefings, que é quando as informações são recolhidas.

As estratégias serão definidas com mais segurança quando forem reunidas todas as informações possíveis e os objetivos traçados: um passo de cada vez. 

Quando isso acontecer, é hora de elaborar as estratégias de inserções com base no melhor conteúdo que foi coletado nos briefings. Dessa forma, é mais seguro que a informação oferecida pela assessoria de imprensa aos formadores de opinião seja bem recebida. E, consequentemente, publicada.

É sobre esse conteúdo que vamos falar no próximo passo.

Elaboração de pautas

As pautas definem o sucesso de toda a estratégia pensada até aqui. Os conteúdos oferecidos aos jornalistas e veículos de comunicação devem estar alinhados com a área de atuação da marca e seus negócios, sejam eles serviços ou produtos.

No entanto, nem sempre o que é relevante para a marca interessa à imprensa. Por isso, é importante estar atento às oportunidades: temas de mercado, assuntos factuais, datas específicas e relacionadas com a área em que a marca atua podem ser a chave do sucesso de sua estratégia.

Também é importante determinar quem vai ser o representante da empresa na hora em que a mídia se interessar pelas pautas sugeridas para entrevistas. Então, vamos entender mais sobre  isso…

Determine o porta-voz 

A eficácia do plano de assessoria de imprensa caminha com a escolha de quem transmitirá a mensagem-chave para os veículos de comunicação. É preciso identificar qual o gestor ou técnico que melhor domina aquele determinado tema. 

A pessoa que falará com o jornalista, além de conhecer o assunto da pauta profundamente, precisa entender previamente quais as particularidades do veículo. Desta forma, poderá transmitir a mensagem de forma clara e aproveitar bem o espaço aberto.

Se o gestor ou técnico escolhido para ser o porta-voz não tiver traquejo para estar diante de microfones, câmeras e gravadores, todo o esforço feito até agora irá por água abaixo. 

Mas calma, há solução também para isso: é recomendado que os porta-vozes passem por um treinamento prévio que vai prepará-los para o contato com a mídia. 

Esse treinamento recebe o nome de media training.

Vencida mais uma etapa, vamos agora ao último passo!

Acompanhe os resultados

De nada adianta todo o esforço empreendido até agora se você não tem como mensurar o trabalho desenvolvido previsto no plano de comunicação. Como entender os resultados dele?

E pode ter a certeza de que a realização do plano de assessoria de imprensa gera resultados surpreendentes!

Para começar, é importante acompanhar todas as inserções com o monitoramento diário, com a realização do clipping. Ele é fundamental no acompanhamento dos indicadores. 

Além disso, periodicamente é importante fazer um consolidado do resultado conquistado: os objetivos foram cumpridos? Os espaços planejados foram ocupados? As estratégias foram alcançadas? Se sim, ótimo, é sinal de que estamos no caminho certo! Se não, é hora de mudar a rota e traçar novos rumos. 

O trabalho de uma assessoria de imprensa é assim mesmo: bastante dinâmico. E exige constante atenção para os indicadores que está apresentando. 

Dependendo do caso, apresenta resultados imediatos e, em outros, só a médio e longo prazos. Mas é fundamental para a construção positiva de uma marca perante a opinião pública ou para a criação de autoridade em determinada área. 

E o que vai ajudar muito para que esses objetivos sejam alcançados é um bom plano de comunicação.

Gostou das dicas para um plano de assessoria de imprensa eficaz? Se pretende colocá-los em prática, você precisa ler também o nosso artigo “Como lidar com a imprensa? 5 dicas úteis para chegar lá!” Boa leitura!

Sobre o autor: Ângela Bezerra

Diretora da Letra A Comunicação, Ângela Bezerra é jornalista formada pela UFRN com MBA em Marketing Estratégico e é mestra em Antropologia pela UFRN. Trabalhou como repórter na Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo) por 10 anos e lecionou como professora convidada na pós-graduação em Assessoria de Imprensa da Estácio. Atua há mais de 20 anos com assessoria de comunicação.

Postagens relacionadas

Voltar para o blog

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário